Saiba mais sobre o atleta Pedro Nicoloso, representante brasileiro na etapa canadense da Copa do Mundo de Boulder 2015

Pedro Ferreira Nicoloso é um atleta do Rio Grande do Sul focado na modalidade boulder, que já competiu em outros anos em etapas da Copa do Mundo e Campeonato Mundiais, como no mundial de Paris em 2012.
Este ano, teve um resultado muito satisfatório nessa 1ª etapa da COPA DO MUNDO de BOULDER, ficando em 41º lugar entre 71 atletas de nível altíssimo.
nicoloso_canada (2)
 A etapa estava extremamente acirrada e teve como campeão o francês Alban Levier, que realizou 3 tops em menos tentativas do que o americano Nathaniel Coleman que ficou em 2º, seguido do tcheco Adam Ondra que ficou em 3º com a cadena de 2 boulders.
 podium
fonte: www.ifsc-climbing.org
Alguns nomes de grande destaque como o canadense Sean McColl (17º colocado) e Jakob Schubert (13º colocado) ficaram de fora da Final dessa vez, lembrando que o monstro alemão Jan Hojer que também costuma pegar pódium no circuito mundial não passou para a semifinal por uma colocação.
Resultado completo do masculino em: 
www.ifsc-climbing.org/index.php/world-competition/calendar#!comp=1585&cat=6
Rank NAME Nation Final 1/2 Final Qualification 1 Qualification 2
1 LEVIER Alban FRA 3t6 4b5 2t3 3b4 4t7 5b13
2 COLEMAN Nathaniel USA 3t9 4b8 2t5 3b5 3t4 4b5
3 ONDRA Adam CZE 2t3 3b3 2t3 3b10 4t10 5b8
4 FUJII Kokoro JPN 2t4 3b3 2t3 2b2 4t6 4b4
5 CORNU Manuel FRA 1t1 3b3 2t5 3b5 4t25 4b18
6 CHON Jongwon KOR 1t3 2b3 2t3 2b2 5t10 5b9
7 BONDER Jeremy FRA 0t 2b4 2t3 3b4 4t6 4b6
No feminino, a disputa estava muito acirrada também. A campeã da etapa foi a austríaca Anna Stohr, seguida por Akiyo Nogushi (JPN) em 2º e da alemã Juliane Wurm em 3º.
Para ter uma ideia do altíssimo nível dessa etapa, ficaram fora das finais alguns nomes de muito destaque no cenário mundial como a alemã Shauna Coxsey e as americanas Alex Jonhson e Angela Paine.
Acesse o resultado completo do feminino de boulder nessa etapa no site da Federação Internacional: www.ifsc-climbing.org/index.php/world-competition/calendar#!comp=1585&cat=5.
1 STÖHR Anna AUT 3t6 4b5 3t12 3b9 4t5 4b5
2 NOGUCHI Akiyo JPN 3t7 4b7 3t6 4b6 5t6 5b6
3 WURM Juliane GER 2t2 4b5 3t5 4b5 5t7 5b7
4 PUCCIO Alex USA 2t3 3b3 3t3 4b4 4t5 4b4
5 SAURWEIN Katharina AUT 0t 3b10 3t6 3b4 4t8 4b8
6 LE NEVE Melissa FRA 0t 2b2 2t4 4b7 4t4 4b4
Mais sobre o representante brasuca – Pedro Nicoloso:
Desde 2014,  Pedro mora com a namorada na cidade de Winnipeg (Canadá) na província de Manitoba.
Segundo Pedro, a cidade onde reside é muito bonita e organizada,  e o custo de vida não é alto.
“Existem muitos parques e atividades para se fazer por aqui. Estou estudando Engenharia Mecânica na Universidade de Manitoba e estou no meu 4° ano do curso”.
O atleta atualmente faz parte de um grupo de pesquisa onde estuda como os materiais (no caso compósitos) se deformam. “Resolvi pesquisar algo na área de compósitos pois gosto muito de fabricar agarras no Brasil e saber como os materiais de escalada se comportam. Sem falar que atualmente muitos projetos de alta qualidade (aviões, carros, etc) são feitos de compósitos”.
Segundo Pedro, Winnipeg é uma cidade de 700 mil habitantes, mas em termos de escalada é muito subdesenvolvido. A cidade é plana e não tem rocha num raio de 200km mais ou menos. “A burocracia aqui para escalar é enorme em relação à segurança, o que torna as vezes complicado  treinar sozinho em um ambiente fechado. Os estudantes que comandam o grupo de escalada são novos no assunto. Tenho lutado muito para poder treinar por aqui!”
Depois de 5 meses morando na cidade, o atleta  conseguiu a chave para poder abrir a academia sozinho, doou suas agarras brasucas para o muro local e comprou novas agarras para poder treinar melhor.
Abaixo, para inspirar um pouco mais nosso time brasileiro, um depoimento do atleta sobre treinos, realizações e objetivos no esporte:
“Meu treinamento está muito focado em aprender a usar meu corpo e como controlá-lo.  Estou me sentindo bem forte, mas como competição não é apenas força,  tenho que achar um equilíbrio entre todas as categorias envolvidas na escalada. Percebi ao longo das competições que participei que tenho algumas fraquezas e pretendo melhorá-las. Tenho dificuldade, às vezes, de controlar minha mente na competição, mas melhorei MUITO nesse ano. Acredito, contudo,  que seja muito importante nós nos considerarmos de igual para igual aos outros atletas e que somos sim aptos a ganhar deles. Experiência é muito importante e não apenas eu, mas todos os praticantes do esporte devem buscar experiência participando. É imprescindível saber como aquecer ou o que levar para a competição, realizar alongamentos, leitura da via/boulder e como executar tudo isso na hora H.
Gostaria de agradecer muito ao esforço  da ABEE e pela ajuda nessa etapa.  E gostaria de dizer que jamais vou desistir do meu sonho de ser campeão e vou lutar cada vez mais para conquistar isso. Meus treinos serão muito melhores com toda essa experiência que adquiri. Espero poder representar o Brasil novamente em futuros eventos!!
Abraços e beijos a todos por ai,
Pedro Ferreira Nicoloso. “

Sem Respostas para "Saiba mais sobre o atleta Pedro Nicoloso, representante brasileiro na etapa canadense da Copa do Mundo de Boulder 2015"


    Tem algo a dizer?

    Algum HTML está OK