Novos critérios de pontuação e seleção de atletas

Visando sempre melhorar as práticas da escalada de competição nacional, elevando as normas e regras ao mesmo nível do internacional, sempre que possível, a ABEE anunciou em circular pública uma mudança nas regras de pontuação para a formação do Ranking Brasileiro Overall e para a seleção de atletas que afetará a convocação para o segundo semestre de 2018.

Sistema de Pontuação IFSC

A partir de 2018 todas as competições irão utilizar o sistema de pontuação oficial do IFSC, que confere pontos referentes a cada colocação do atleta nas etapas. Essa mudança visa preparar o circuito para o acréscimo de mais etapas no futuro e permitir a criação do ranking de cada modalidade de forma mais coesa e justa.

Seguindo então o IFSC, os atletas agora pontuam em cada etapa segundo a tabela:

Ranking Overall

A partir de 2018, com a inclusão da Velocidade ao circuito, a ABEE também organizará o Ranking Overall das três modalidades. Como sempre, a escolha é por seguir o IFSC e implementar o mesmo sistema de ranking overall já utilizado pela entidade máxima da escalada esportiva no mundo.

Primeiro, para participar do Ranking Overall o atleta tem que ter participado pelo menos em uma etapa de cada modalidade durante o ano. Para sua colocação em cada modalidade ele receberá uma “pontuação de ranking” que será igual à sua colocação no ranking da modalidade, no caso em que ele for o único a ocupar aquela posição. Em caso de empates, a “pontuação de ranking” será calculada somando os valores da colocações de todos os atletas empatados e se fará a média aritmética desse valor.

Com a “pontuação de ranking” de cada etapa definida, essa pontuação será então multiplicada e os menores valores ocuparão a maior posição no Ranking Overall. Para mais detalhes, acesse a circular na íntegra aqui.

Competições internacionais como seletiva para o time de atletas

Outro ponto importante abordado na circular é os novos critérios para a seleção de atletas que farão parte do time no segundo semestre de 2018. O critério principal a ser utilizado será obviamente o Ranking Overall, mas a grande novidade fica por conta da possibilidade de competições internacionais poderem somar pontos equivalentes ao do Ranking, permitindo assim a atletas que moram e competem fora poderem ser elegíveis para o time. A circular detalha a equivalência de pontuação entre as colocações em competições internacionais e as do Ranking Nacional de cada modalidade. Contudo serão usados apenas os resultados de etapas da Copa do Mundo e Campeonato Mundial, no caso dos atletas adulto, e os eventos equivalente juvenis para os atletas do juvenil.

Número de atletas convocados

Para o time do segundo semestre de 2018 serão convocados até 12 atletas, sendo 6 no masculino e 6 no feminino. Destes, 10 (5 masculino e 5 feminino) serão definidos obrigatoriamente pelo Ranking Brasileiro Overall dos últimos 12 meses, levando em conta as competições internacionais como citado acima.

Contudo, mais duas vagas podem ser ocupadas por atletas por indicação da comissão técnica da ABEE, considerando resultados e avaliação de performance no cenário nacional e internacional de escalada.

Foram todas mudanças muito importantes para o esporte e a preparação para as seletivas das Olímpiadas de 2020 que devem acontecer ano que vem. Para acesso à circular na íntegra, clique aqui.

Sem Respostas para "Novos critérios de pontuação e seleção de atletas"


    Tem algo a dizer?

    Algum HTML está OK